Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  • Região:Japurá Agricultura     07-10-2020

Trinta e quatro pacotes de sementes desconhecidas chegaram ao estado até esta quarta-feira (7) e, segundo a Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná), há dois casos de pessoas que plantaram.

A Adapar esclarece que os pacotes de sementes importadas não devem ser abertos, descartados, nem utilizados.

O 1º pacote que a Adapar teve conhecimento chegou ao estado em 16 de setembro.

As sementes representam, conforme a Adapar, risco para a economia paranaense já que podem trazer pragas, doenças e plantas daninhas que não existem no país – o que pode causar prejuízos à agricultura e ao meio ambiente.

 

Fungos, ácaros e plantas daninhas

Na terça-feira (6), o Ministério da Agricultura informou foram encontrados fungos, ácaro e até possíveis plantas daninhas nas sementes misteriosas enviadas a moradores do país.

O governo federal disse que os pacotes "supostamente" foram enviados de quatro países da Ásia. Moradores de Estados Unidos e Canadá também registraram casos semelhantes. A suspeita do governo brasileiro é que seja uma fraude relacionada ao comércio online. Clique aqui para saber mais.

 

Onde chegaram esses pacotes no Paraná?

  • Curitiba (9)
  • Colombo (1)
  • São José do Pinhais (1)
  • Campo Mourão (2)
  • Guarapuava (1)
  • Paranavaí (4)
  • Marechal Cândido Rondon (1)
  • Cascavel (1)
  • Maringá (2)
  • Londrina (1)
  • Fazenda Rio Grande (1)
  • Mauá da Serra (1)
  • Ponta Grossa (1)
  • União da Vitória (1)
  • Pato Branco (1)
  • Icaraíma (1)
  • Iporã (1)
  • Marmeleiro (1)
  • Rolândia (1)
  • Jacarezinho (1)
  • Palmeira (1)

 

34 pacotes de sementes desconhecidas chegam ao Paraná, de acordo com a Adapar — Foto: Divulgação/Ministério da Agricultura

34 pacotes de sementes desconhecidas chegam ao Paraná, de acordo com a Adapar — Foto: Divulgação/Ministério da Agricultura

De acordo com a Adapar, os dois casos de pessoas que plantaram as sementes foram registrados em Maringá e em Londrina – na região norte do estado.

 

O que fazer?

Quem receber esse tipo de encomenda deve procurar uma unidade da Adapar ou do Ministério da Agricultura.

Confira os endereços e telefones das unidades no Paraná.

Fonte:G1


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário