Segunda-Feira, 17 de Junho de 2024
Quase ninguém sabe, mas Fernanda Torres tem vergonha de Tony Ramos por comportamento controverso no passado; entenda!
TV
Quase ninguém sabe, mas Fernanda Torres tem vergonha de Tony Ramos por comportamento controverso no passado; entenda!
TV / 06-06-2024

Dois dos maiores atores nacionaisFernanda Torres e Tony Ramos - que esteve mal de saúde -, contracenaram juntos no remake de 'Selva de Pedra', exibido pela TV Globo em 1986. A obra marcou a primeira e única protagonista da filha de Fernanda Montenegro em uma novela, tendo gerado 'traumas' na atriz até hoje! Em entrevista à Gabriel Chalita, no programa 'Arena dos Sabores', da TV Cultura, ela confessou ter vergonha de como tratava o veterano nos bastidores da produção. Eita!

Fernanda Torres confessa ter sido 'colega horrível de trabalho' de Tony Ramos

O Notícias da TV divulgou trechos da entrevista de Torres, que irá ao ar nesta quinta-feira (6) na TV Cultura. Na atração, a atriz - que nunca escondeu o descontentamento em ter protagonizado uma novela - admitiu ter se tornado um 'monstro' nos bastidores do remake, pelo estresse do ofício. "Eu tenho vergonha até hoje do Tony, eu peço desculpa. Eu virei uma colega horrível de trabalho, eu fiquei mal-humorada", confessou ela, que interpretou o par romântico do então galã global.

A artista explicou que, cansada de fazer filmes em sequência, decidiu em sua 'prepotência de jovem' encarar uma novela pela primeira vez. "Falei: 'quero fazer uma novela das 21h. Aí, veio o remake de 'Selva de Pedra', pra fazer o papel [que tinha sido] da Regina Duarte", relembrou, citando a primeira versão, escrita por Janete Clair e exibida em 1972.

Sem conseguir conciliar o trabalho na teledramaturgia com a divulgação de um filme no Festival de Cannes, ela começou a demonstrar alto nível de irritabilidade entre uma cena e outra. Fernanda não conseguia se conectar à personagem, além de não aturar o ritmo intenso das gravações.

'Quero mudar de profissão', disse filha de Fernanda Montenegro no passado

"Odiei. Odiei. Aquele papel de mocinha, que ficava chorando, e eu não sabia o volume de gravação... E aí calhou de o filme [Eu Sei que Vou te Amar, de 1986] ir pra Cannes na semana em que a personagem na novela ia pra Nova York. Aí eu fui numa semana, no meio da gravação da novela, fiz a sessão e lancei o filme, não fiquei pra premiação, fui pra Nova York, gravei, voltei", declarou.

"Eu estava ficando na casa do meu irmão e disse assim: 'Eu quero mudar de profissão, eu não tô bem, tá horrível'. Aí teve um telefonema, e ele me disse: 'Nanda, você ganhou [o prêmio de melhor atriz] em Cannes'. E eu ainda estava presa na Simone [na novela], eu apanhava num porão [numa cena], presa, da [ChristianeTorloni", continuou ela, relembrando o período traumático.

Por fim, Fernanda destacou que se 'descobriu' em seriados e programas humorísticos, afastando qualquer chance de participar de outra novela. "Eu aprendi a não criar problema. Eu aprendi que talvez eu não soubesse fazer novela, talvez não seja pra mim. Tanto que fiz cinco anos de Tapas & Beijos, fiz os três anos de Os Normais, e era uma linguagem que eu entendia", concluiu.

 


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário


Notícias e novidades da região noroeste do Paraná JN 24 Horas

Social