Domingo, 05 de Fevereiro de 2023
URGENTE: Tarcísio Gomes de Freitas sofre atentado em Paraisópolis (SP)
Politica
URGENTE: Tarcísio Gomes de Freitas sofre atentado em Paraisópolis (SP)
Politica / 17-10-2022

Candidato do Republicanos ao governo de SP participava da Inauguração do Primeiro Polo Universitário na manhã desta segunda (17). Ele estava dentro da sede quando tiroteio começou do lado de fora. Candidato saiu escoltado do local.

A agenda de campanha de Tarcísio de Freitas (Republicanos), candidato ao governo de São Paulo, no Polo Universitário de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (17), foi interrompida após tiroteio na comunidade.

Tarcísio estava no terceiro andar do prédio quando o tiroteio começou. Ele deixou o local cerca de 20 minutos depois, acompanhado de seguranças e escolta em uma van.

O candidato e jornalistas que acompanhavam a agenda chegaram a ficar abaixados em uma sala no local.

Ainda não se sabe a origem dos tiros nem contra quem foram disparados.

Nas redes sociais, ele alegou ter sido atacado e disse que um suspeito foi baleado. A polícia, entretanto, não confirma as informações.

"Em primeiro lugar, estamos todos bem. Durante visita ao 1° Polo Universitário de Paraisópolis, fomos atacados por criminosos. Nossa equipe de segurança foi reforçada rapidamente com atuação brilhante da @PMESP. Um bandido foi baleado. Estamos apurando detalhes sobre a situação", disse ele em postagem no Twitter.

Questionado sobre o episódio durante um evento com jornalistas em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que ainda é prematuro dizer se houve um ataque à equipe de Tarcísio.

"Recebi um telefonema do Tarcísio, algumas imagens também. Tudo é preliminar ainda, eu não quero me antecipar. Se foi uma ação contra a equipe dele, se foi uma ação isolada, se algum conflito já estava havendo por haver na região. Então seria prematuro eu falar sobre isso." , disse Bolsonaro.

Ao g1, Osvaldo Nico Gonçalves, delegado geral da Polícia Civil de São Paulo, disse que viaturas do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos) do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas), foram enviados ao local para apurar o que ocorreu.

"Por enquanto ainda não temos informações oficiais do que ocorreu. A Polícia Civil está indo para lá saber o que houve", disse Nico.

Veja video Video 

Fonte: G1

 


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário