Segunda-Feira, 20 de Maio de 2024
Exportação brasileira de café solúvel cresce 29% em abril, diz Abics
Negócios
Exportação brasileira de café solúvel cresce 29% em abril, diz Abics
Negócios / 15-05-2023

Associação ainda destacou que o setor é o único da cafeicultura nacional a apresentar desempenho positivo no primeiro quadrimestre de 2023

Conforme dados da Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (Abics), as exportações brasileiras de café solúvel atingiram o equivalente a 324.265 sacas de 60 kg em abril, apresentando crescimento de 28,7% em comparação com as 251.994 sacas registradas em igual mês do ano passado. Os dados apontam avanço de 42% na mesma comparação, com os ingressos saltando de US$ 42,3 milhões para os atuais US$ 60 milhões.

A Abics ainda destacou que o setor é o único da cafeicultura nacional a apresentar desempenho positivo no primeiro quadrimestre de 2023.

No acumulado do primeiro quadrimestre deste ano, o Brasil destinou 1,239 milhão de sacas do produto ao exterior, volume que implica alta de 0,8% na comparação com 1,229 milhão de sacas exportadas de janeiro ao fim de abril de 2022. Os embarques renderam US$ 229,3 milhões nesses quatro meses, avançando 12,3% sobre os US$ 204,1 milhões aferidos em idêntico intervalo antecedente.

Em comunicado, o diretor de Relações Institucionais da Abics, Aguinaldo Lima, disse que o café solúvel é o único segmento que tem desempenho positivo, até o momento, em 2023, uma vez que os cafés em grão – arábica e canéfora (robusta + conilon) – e o torrado e torrado e moído acumulam declínio no acumulado do ano.

De acordo com Lima, “apesar de a guerra ter reduzido em 77% os envios do produto para a Rússia e também para a Ucrânia, as indústrias brasileiras de café solúvel ampliaram seus esforços e negócios em outras nações, com destaque para um avanço de 2.413% nos envios para o México, que importou cerca de 17 mil sacas até abril; de 998,7% para Finlândia, terceiro principal destino até agora; e de 721,2% ao Equador, que adquiriu aproximadamente 25 mil sacas”.

No acumulado do primeiro quadrimestre de 2023, os Estados Unidos encabeçam o ranking dos principais parceiros comerciais do café solúvel do Brasil, com a importação de 274.542 sacas, montante 16,9% superior ao registrado entre janeiro e o fim de abril do ano passado. Fechando o top 5, vêm Argentina, com 156.914 sacas (+86,4%); Finlândia, com 87.818 sacas; Japão, com 60.502 sacas (-15,8%); e Polônia, com 55.126 sacas (+11%).


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário


Notícias e novidades da região noroeste do Paraná JN 24 Horas

Social